domingo, março 25, 2007
primavera

estas belas tulipas são o anúncio da primavera. Mais queridos são os botões das árvores, primeiro os florais depois os foliares. Pequenas flores abrem as pétalas junto á casca dos ramos, nua ainda e invernosa. Começam as amoreiras, com os seus pequenos cachos, as amendoeiras de flor branca, e os pessegueiros de flor rosada. Quando já começam a ter um tonzito de verde, arrancam quase todas as outras, ameixeiras, damasqueiros, e as abelhas acordam do sono de inverno e começam também elas zumbir. Até as laranjeiras preparem os seus botões, na ponta dos raminhos novos, para encherem o ar com o seu perfume de casamento daqui até maio. Por estas pequenas flores e coisas parecidas é que eu moro no campo. Não é o stress, não são as pessoas, é a falta destes pequenos apontamentos que fazem correr o ano, que são o meu relógio natural, que me afasta do centro, onde só as olaias das avenidas se cobrem de cor-de-rosa, num aviso solitário sobre a mudança da hora...
 
Escrito por tim, às 6:42 da tarde | Permalink | 22 comentários
quinta-feira, março 15, 2007
em branco
branco
hoje sinto-me em branco
como uma folha de papel
potencialmente inutil
ou nunca usada
dum caderno esquecido na prateleira da papelaria de bairro
transformada já em agência bancária por força de outro papel
este efectivamente mais forte, pautado, carimbado e assinado
pronto para ser arquivado num cartório até ao dia em que o banco também se desfaça
e esse papel deixe de poder afirmar que aquilo é um banco.
E o outro papel, aquele em branco?
Que terão feito dele, do seu potencial branco?
Terá sido usado, transformado agora em riscos, palavras, talvez um desenho, uma ideia..
terá sido vendido, ou dado, ou reciclado, ainda branco?
Ainda branco, ou ainda em branco? mas já amarelo da celulose, seco e pronto a cortar uma vista se tivermos pouco cuidado
Ou então branco-sujo, a grande vantagem do branco é sujar-se!
Ou colorir-se, como o arroz branco que serve de base a saborosos e extravagantes molhos,
será que alguem dá valor a essa capacidade de reter o gosto e a cor do molho
sem a qual não poderiamos transportar o líquido espesso até ao sítio onde deve ser apreciado, a todos os cantos da boca
assim como o papel branco, quando em uso, suporta e transporta o tal desenho, a tal ideia
comunicando a quem precisa, nem que seja ao próprio que o usou, uma coisa, um telefone, outra mensagem
como a do outro, mesmo a própria Mensagem precisou de um papel branco, talvez comprado numa papelaria e Tabacaria
ahh, que saudades do tabaco, também ele embrulhado num papel também branco, mas com riscos negros de pólvora!
Ui! talvez seja a sua ausência que me faz sentir assim folha..
mas sei que não, tudo não passou de uma vontadinha de riscar esta janela branca do Windows
E poder entreter-me a brincar com ela e convosco!
 
Escrito por tim, às 7:33 da tarde | Permalink | 11 comentários
terça-feira, março 06, 2007
fotos e datas

Tanto esta foto como a anterior são do Eduardo Nunes.
Dia 12 de Abril temos uma apresentação no Lótus, em Cascais.
Dia 14 Casa das Artes de Famalicão!
E dia 15 no Entroncamento!!!
 
Escrito por tim, às 12:36 da manhã | Permalink | 13 comentários
domingo, março 04, 2007
projectos para o futuro
Bom, tenho estado um pouco afastado aqui do sítio, entretido com outras coisas entre elas a triagem dos temas para os Xutos tocarem nesta tournée..ainda é cedo para resultados, mas gostei de ver a velha canção da cortiça aparecer entre os nomeados. Outra mesmo inesperada é este mundo é teu!
Estou á espera do visionamento das filmagens pró feitas pelo pessoal da united, a firma que tem feito as projecções nos meus concertos (e na maioria dos dos Xutos) para saber se há material com interesse para um dvd. Disseram-me que as do avante! são muito boas, logo se vê. O projecto vai continuando a tocar, agora só para Abril, dias 12 e 14. Devagarinho, vamos chegar ao Inverno ainda a tocar. Tenho também gravado em dv os concertos de Moncorvo, Santarém e Tomar, com a câmara fixa na mesa de som e vou montar um dvd best-off para divulgação. Quem quiser um talvez se arrange, se for para sensibilizar alguma entidade...
Voltando a Tomar, agora tenho a lista diferente, com a parte dos videos mais cedo, e depois mais improvisação. Acho que assim fica mais vivo, mais engraçado, mas tenho de preparar mais material video para apoiar o final do concerto. Assim vão as coisas, entre o um e o outro
 
Escrito por tim, às 11:10 da tarde | Permalink | 10 comentários