segunda-feira, dezembro 04, 2006
Acerca da divulgação
Ora bem, vamos abrir então este debate, cujo objectivo é o de identificar as origens, classificar a sua importância e tentar encontrar soluções para o problema do pouco conhecimento que o público em geral tem do "um e o outro". Peço assim ajuda á Sílvia Vaz Guedes, a webdesigner aqui do blog e do sítio, e que tem feito um trabalho excelente, sem ela nada disto podia acontecer, para ir organizando aqui ao lado um dossier com os artigos de jornal, notícias, etc sobre a situação da música portuguesa em geral, ou outras coisas de interesse, resultado nossa pesquisa. Ex o artigo de Filomena Martins no CM, ou outro que sugiro como ajuda ao enquadramento, "a sociedade infanto-juvenl", Ricadrdo Araújo Pereira na Visão717(30nov).
É sempre bom informarmo-nos antes de começarmos a dsparatar....
Volto a lembrar que o foco da questão está no "um e o outro"
 
Escrito por tim, às 2:02 da tarde | Permalink |


7 Comentários:


  • At 7:03 da tarde, Anonymous Marcelo Augusto fernandes

    Um e o Outro

    Esse grande trabalho de Tim nos mostra um acréscimo para a música portuguesa.

    Aqui do Brasil conheci Um e o Outro logo no lançamento, sendo que a Internet é o maior meio de divulgação mundial.

    Em vários lugares do mundo, como no Brasil, as pessoas só vão atrás do que toca "cinquenta vezes no rádio" e não se dão o trabalho de escutar e sentir o verdadeiro trabalho do artista.

    Na minha opinião Um e o Outro está tendo uma boa divulgação (pelo que posso ver na Internet), pois guardo várias matérias que imprimi e as reportagens tem se mostrado muito positiva.

    Na minha opinião, UM e o Outro deve ser ouvido por pessoas inteligentes, que sabem o que é uma obra musical. Eu escuto o Cd frequentemente e a todos que mostrei aqui no Brasil se supreenderam com esse grande trabalho.

    Um e o Outro é uma grande renovação da música Portuguesa e só enxerga isso quem realmente sabe ouvir as músicas.

    Valeu Tim.

    Marcelo Augusto Fernandes

    São Paulo - Brasil

    http://fctim.vila.bol.com.br

     
  • At 8:07 da tarde, Blogger botinhas

    Caro Tim,
    certa vez, num concerto dos Xutos em Ferreira do Alentejo, fiquei impressionado com a quantidade de malta nova que conhecia a música "Diz-me". Depois é que percebi que era por passar nos Morangos com Açucar. Conclusão: quer a gente goste da ideia quer não, hoje em dia a televisão é O meio de comunicação, por isso se queres dar mais visibilidade ao teu disco é fazer com que passe mais na TV. Como? Não sei... :(

     
  • At 10:34 da tarde, Anonymous pedro miguel

    se calhar antes da serie morangos com açucar arrancar estavamos melhor tanto a nivel musical como televisivo

    mas tb o problema nao passa so pelas tv's, eu ontem tive a seguir a repetiçao do episodio de quinta-feira da revolta dos pastéis de nata e um dos pontos que me chamou a atenção foi o de k as rádios publicas sao 'obrigadas' a dar-nos a conhecer todos os tipo de musicas feitos em Portugal (incluindo o denominado por musica pimba) e isso como todos sabem nao acontece de maneira nenhuma, nem de perto nem longe!!

    abraço tim
    continua o bom trabalho que tens realizado ao longo de quase 29 anos

    http://www.fotolog.com/gritosmudos

     
  • At 10:35 da tarde, Blogger Tommy_Gun

    A minha opinião é que uma causa da relativa pouca divulgação do "Um e o Outro" pode estar relacionada com a posição que ocupas nos Xutos. Actualmente dá-se o caso de muita gente estar tão identificada e "acostumada" com o Tim de lenço ao pescoço que toca baixo, que não mostram interesse em conhecer coisas que possas fazer em nome pessoal.

    Cheguei a ouvir por aqui gente a dizer coisas do género "É só o Tim? Não é Xutos? Então não interessa!". OU então outro caso... deves estar recordado quando foste ao Curto Circuito (creio que aquilo ainda era o C.N.L) á uns anos falar sobre o "Olhos Meus"? A grande maioria das perguntas que foram feitas pelas pessoas (ao telefone ou no estúdio) metia sempre os Xutos ao barulho, e muito poucas foram sobre o tema em questão!

    Não digo que seja a causa principal, mas é sem dúvida uma delas...

    Abraço Tim
    Tommy_Gun #xutos

     
  • At 11:46 da tarde, Blogger Castanheira Maia

    Será que há muito mais para falar sobre o Tim e os seus projectos musicais?
    Ele até já tem medalhas de reconhecimento da nação Portugal entregues pelo Presidente da Republica.

    Parece que tudo onde toca se transforma em Ouro.
    Espero que a música portuguesa nunca acabe.

     
  • At 9:45 da tarde, Blogger agaby

    meus amigos afinal de contas que se discute aki, o sexo dos anjos?! estariamos aki o tempo tdo e nao xegava..è obvio k o Tim estara sempre ligado aos xutos mas ixo é um facto! não podemos andar aki com cenas por ixo. as canções do tim são excelentes e mostram de facto outro lado do tim, "o um e o outro". axo k não esta aki em causa onde são divulgadas as canções do tim ou para quem se destinam...quem gosta, gosta sempre e ouve e quem não gosta paciencia! agora n me venham ai com cenas de que à pca visibilidade p o trabalho do tim...se querem k vos diga até nem podem ser as músicas mais ouvidas da radio ou o Top dos tops mas p mim tornam-se especiais por ixo! Força Tim, os grandes génios sempre foram uns incompreendidos! axo que depois de 29 anos de carreira de sucessos ninguém te pode contestar a tua qualidade, agora nem tdos estao preparados para conhecer e entender o um e o outro... Problema deles! pco ou mto divulgadas as tuas músicas já marcaram bastante a minha vida...ouvir cada uma delas é como se voltasse a viver esses momentos e ai está a magia das coisas...

     
  • At 1:54 da tarde, Blogger heidy

    Tim, lamento dizer, mas até eu que sou adepta incondicional de xutos, quando se fala de um dos elementos em separado, fico sempre de pé atrás. Não é dizer que não gosto dos vossos trabalhos. Custam a entrar, mas chegam lá. :)É o facto de estarmos habituados. Quando vou a um concerto teu, é impossivel não olhar para o sitio da bateria, ou para o lado esquerdo ou direito. É mais forte que eu. Mas... todos sabemos procurar e reconhecer à distância, o vosso toque individual. As vossas palavras o gestos. ;)
    Falando do TIM, estás neste mundo há muitos anos. Não és propriamente imberbe na questão. ;) Sabes que existem interesses e valores atribuidos a cada tipo de musica. Sabes que embora haja um valor obrigatório para se tocar musica portuguesa nas nossas rádios (por ex), essa regra continua a ser constantemente violada. Ainda subsiste a tal ideia de que o que se faz lá fora, é que é bom. Embora a situação esteja bem melhor, existem muitos degraus que têm de ser subidos.
    :)